FisioVital | Avaliação do desenvolvimento na primeira infância
A primeira infância é uma etapa importante para o estabelecimento de determinadas habilidades fundamentais da criança. Esta fase é caracterizada ...
Avaliação do desenvolvimento na primeira infância
1345
post-template-default,single,single-post,postid-1345,single-format-standard,woocommerce-no-js,ajax_fade,page_not_loaded,,footer_responsive_adv,hide_top_bar_on_mobile_header,columns-4,qode-theme-ver-17.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.5.2,vc_responsive

Avaliação do desenvolvimento na primeira infância: por que fazer?

Avaliação do desenvolvimento na primeira infância

Avaliação do desenvolvimento na primeira infância: por que fazer?

A primeira infância é uma etapa importante para o estabelecimento de determinadas habilidades fundamentais da criança. Esta fase é caracterizada pelo início de uma série de comportamentos e interação com o ambiente em que ela está inserida. A avaliação do desenvolvimento se revela um passo importante para vida do pequeno e de sua família.

Escola: lugar para socializar

Embora a família seja o primeiro contato da criança com a sociedade, é inegável que a escola exerce um papel primordial na socialização de uma pessoa. Diante de atividades, desafios e do próprio convívio do dia a dia, o pequeno passa a desenvolver habilidades imprescindíveis para sua vida. A linguagem e a cognição são um dos principais pontos a serem trabalhados nesse período.

É sempre válido ressaltar que o ambiente escolar promove também a construção de relações afetivas, o começo da autonomia em determinadas funções, a psicomotricidade e outras inúmeras possibilidades que devem ser acompanhadas por profissionais capacitados.

Uma vez que a primeira infância é o momento em que os pequenos passam a estabelecer as bases para o desenvolvimento emocional, intelectual e moral; nota-se uma urgência de um acompanhamento que enfoque a criança e seus desafios.

Sobre a avaliação do desenvolvimento na primeira infância

Dada a importância das primeiras habilidades desempenhadas e aprendidas pelas crianças, nota-se o quão necessária é a avaliação do desenvolvimento. Afinal, é indispensável que pedagogos, psicopedagogos e educadores estabeleçam diretrizes para analisar e observar a forma a qual as crianças de desenvolvem.

Além disso, o caráter de urgência para essa prática está no fato de o desenvolvimento pessoal e social dos pequenos abranger aptidões necessárias acerca da compreensão de seus sentimentos. Isso também contribui para a interação com outras pessoas e até mesmo para fortalecer seu senso de pertencimento a um determinado grupo social.

Deve-se considerar o fato de que a criança, sobretudo na primeira infância, deve ter todas as suas necessidades sociais e psicológicas atendidas. Isso impulsiona comportamentos saudáveis: relações de confiança com adultos, respeito por sua própria individualidade, interação com seus pares, oportunidade de aprendizado, entre outros fatores.

 

Desenvolvimento da psicomotricidade

Dentre os tópicos que não devem ser esquecidos na avaliação do desenvolvimento está o aspecto psicomotor.

Avaliar e trabalhar a psicomotricidade é essencial para ajudar a criança de uma maneira bem ampla:

Induzir a capacidade de percepção por meio do conhecimento dos movimentos e da resposta corporal;

Motivar as crianças na descoberta de suas expressões, além de impulsionar a ação criativa e da emoção;
Estabelecer a consciência e o respeito ao espaço de outras pessoas;

Estimular a coordenação motora de acordo com o objetivo desejado da criança; coordenação motora fina e grossa;

Reforçar a valorização da autoestima e da identidade própria;

Desenvolver a capacidade sensorial em relação ao ambiente externo;

Induzir a confiança em si mesma (na criança);

 

Fonte: Neuro Saber

 

No Comments

Post A Comment

WhatsApp chat