A importância do acompanhamento na tarefa escolar

A importância do acompanhamento na tarefa escolar

Muita gente sabe que o período escolar é crucial para a formação de uma criança. Durante este período, os desafios surgem no dia a dia e, junto com os educadores, os estudantes podem superar barreiras; além de adquirir mais conhecimento.

Entretanto, é válido ressaltar a importância que existe no acompanhamento feito durante a tarefa escolar. O momento em que a criança lida com o auxílio de um adulto é fundamental. O detalhe, porém, não é simplesmente contar com a presença de alguém, mas se essa pessoa tem a habilidade para oferecer um suporte.

Por que é importante que os pais estejam por perto?

A criança busca referência nos adultos, e os pais costumam ser o espelho escolhido pelos pequenos. Sendo assim, quando os filhos contam com a presença de seus responsáveis para auxiliá-los nas tarefas escolares, a possibilidade de haver uma absorção do conteúdo pode ser maior.

É imprescindível, no entanto, que os adultos entendam a necessidade da criança e o estágio de aprendizado do pequeno. Jamais deve haver uma pressão para que ele saiba algo, mas um incentivo para que o conteúdo seja absorvido. Em casos de dificuldades, melhor procurar um apoio pedagógico. Somente assim, um profissional deve dispor de mecanismos que ajudem o aluno.

Voltando para o ambiente familiar, um ingrediente que deve existir sempre é a confiança que a criança poderá encontrar no adulto para a resolução dos problemas escolares (tarefas). Existem algumas técnicas que tendem a ajudar nessa hora. Veja mais abaixo.

O que fazer para tornar a tarefa escolar mais atrativa?

– Utilize uma maneira dócil na hora de explicar;
– Adote o uso de personagens (mais preferidos da criança) nos exemplos;
– Escolha objetos coloridos para estimular a atenção do pequeno;
– Disponha de aplicativos pedagógicos presentes em tablets e smartphones;

E quando meu filho/filha apresenta problemas de aprendizagem, o que fazer?

Quando isso acontece, é bom que se conte com ajuda pedagógica. Somente os especialistas podem trabalhar essa questão com eles. Mas vale lembrar que a presença dos pais é importante para o incentivo, mesmo fora do ambiente escolar. O auxílio pedagógico conta com profissionais da área e que conhecem todos os passos necessários para oferecer à criança as melhores condições de aprendizagem.

Em casos mais complexos, como os distúrbios que se enquadram no TEA, quais são os procedimentos?

Por se tratar de um caso mais complexo, a primeira providência deve ser ajuda médica. Vale lembrar que a condição de uma pessoa que seja incluída no Transtorno do Espectro Autista (TEA) deve ser levada muito a sério desde a infância. No entanto, há alunos com autismo, por exemplo, que têm a vida escolar satisfatória.
Tudo isso depende de diagnóstico precoce e intervenções que façam efeito na vida da criança. Portanto, é importante a ajuda médica em casos de crianças diagnosticadas com alguma síndrome incluída dentro do TEA.

A ajuda que faz diferença

Quando a criança conta com o acompanhamento na tarefa escolar, o seu rendimento tende a se superar em cada etapa. O segredo é estabelecer a parceria entre o pequeno e vocês (pais, professores particulares e demais profissionais).

 

Fonte: Neurosaber