FisioVital | Dificuldade em coordenação motora tem relação com o TDAH?
Estudos realizados ao longo dos anos comprovaram a existência de comorbidades no TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade)....
FisioVital | Dificuldade em coordenação motora tem relação com o TDAH?
1610
post-template-default,single,single-post,postid-1610,single-format-standard,woocommerce-no-js,ajax_fade,page_not_loaded,,footer_responsive_adv,hide_top_bar_on_mobile_header,columns-4,qode-theme-ver-17.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.5.2,vc_responsive

Dificuldade em coordenação motora tem relação com o TDAH?

FisioVital | Dificuldade em coordenação motora tem relação com o TDAH?

Dificuldade em coordenação motora tem relação com o TDAH?

Estudos realizados ao longo dos anos comprovaram a existência de comorbidades no TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade). Elas são várias, como vocês já presenciaram em nossos artigos. No entanto, o assunto de hoje vai dar enfoque a uma situação de forma específica: a dificuldade de coordenação motora em crianças com TDAH. Muita gente tem dúvidas sobre alguma proximidade entre o TDAH e o domínio que uma criança pode ter em seu próprio movimento.

Desvendando a relação entre TDAH e a coordenação motora

Afinal, existe alguma ligação entre eles? A resposta é sim. O TDAH afeta o desenvolvimento psicomotor da criança, sobretudo as seguintes áreas: o Equilíbrio, a Noção Espaço-temporal e o Esquema Corporal. Nesses casos de comorbidades no TDAH, o terapeuta procura trabalhar todos os métodos para diminuir os déficits que são observados nos pequenos.

 

A psicomotricidade e o exercício dos movimentos

Dentro das opções para se tratar as comorbidades no TDAH, a psicomotricidade é excelente por ser responsável no trabalho de algumas funções primordiais para o desenvolvimento da criança, são elas: praxia fina, praxia global (estas duas ligadas à coordenação motora); além da lateralização e orientação espaço-temporal.

Características do TDAH: relembrando algumas informações

O TDAH é caracterizado por quadros como a hiperatividade, a desorganização, a agitação, a falta de atenção, a impulsividade, entre outros. A estimativa é que o transtorno atinja de 3% a 6% das crianças em todo o mundo. É importante salientar que o TDAH não tem cura, mas existem tratamentos que procuram amenizar de forma considerável os efeitos da síndrome.

Além disso, grande parte das pessoas com TDAH costuma ter a criatividade e a inteligência aflorada. No entanto, muitas delas tiram notas baixas no período escolar devido a pouca consistência em atividades que precisam de maior concentração ou até mesmo pelo aspecto impulsivo.

 

Fonte: Neuro Saber

 

No Comments

Post A Comment

WhatsApp chat