FisioVital | Bandagem rígida na estabilização do tornozelo
FisioVital, fisioterapia, vitaltape, theratogs, fabrifoam, bandagem, esporte, neuro, laserterapia, oncologia,
1195
post-template-default,single,single-post,postid-1195,single-format-standard,woocommerce-no-js,ajax_fade,page_not_loaded,,footer_responsive_adv,hide_top_bar_on_mobile_header,columns-4,qode-theme-ver-17.0,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.5.2,vc_responsive

Bandagem rígida na estabilização do tornozelo

Bandagem rígida na estabilização do tornozelo

Bandagem rígida na estabilização do tornozelo

Método comprovado de tratamento após lesão súbita em inversão

As Bandagens Funcionais Rígidas VitalTape fazem parte do repertório de recursos do fisioterapeuta, e servem para o tratamento de diversos tipos de lesões. Existem diferentes tipos de bandagens, como as elásticas e as rígidas, e diversas indicações para seu uso.

As Bandagens podem ser utilizadas para a recuperação de lesões musculares, alívio de dores, correção postural, estabilização articular, dentre outros. Elas não possuem contra indicações, porém, seu efeito efetivo depende de uma avaliação adequada por parte do fisioterapeuta, aliada a experiência e conhecimento da técnica.

A Bandagem VitalTape Rígida, especificamente, é utilizada com o objetivo de estabilizar uma articulação lesionada, por dificultar o movimento impedir que o mecanismo de lesão se repita. Este tipo de bandagem é especialmente utilizado nos casos de entorses articulares.

O estudo “Efeitos da Bandagem Elástica Comparada com a Bandagem Rígida e com tornozelo sem bandagem em entorse súbita em inversão em homens atletas”, um estudo de caso controle feito em laboratório, de 2011, examinou o efeito de dois tipos de bandagens, comparando seus efeitos com o não uso da bandagem, na atividade do músculo Fibular Longo durante uma lesão de tornozelo súbita em inversão, em atletas masculinos de futebol, handebol, e basquete.

Entorses de tornozelo são muito comuns na população geral, e constituem o tipo mais comum de lesão em atletas de esportes coletivos. O índice de reincidência da lesão em atletas é alto, por isso, é muito importante a identificação de formas de prevenção dessas lesões. Normalmente, estratégias de prevenção para entorses de tornozelo incluem o fortalecimento dos músculos fibulares, treino proprioceptivo, e suporte externo, com talas e bandagens rígidas.

Testes posturais mostraram que indivíduos com instabilidade de tornozelo possuem estabilidade no plano frontal deficiente quando comparados a indivíduos com tornozelos sadios. Devido ao seu papel como eversores primários do tornozelo, e de principais estabilizadores dessa articulação, a função dos músculos fibulares em relação à estabilidade do tornozelo e em entorses laterais vem sendo extensivamente estudada.

Existem fortes evidências que suportam que a atividade dinâmica do músculo fibular é prejudicada naquelas com perda de estabilidade de tornozelo, e deve ser restaurada para maximizar sua estabilização.

Alguns autores demonstraram que o uso de bandagens rígidas em atletas após lesões de tornozelo em inversão melhoraram o tempo de reação do músculo durante estimulação da entorse de tornozelo, e que atletas com maior instabilidade demonstraram maiores níveis de melhora.

O mecanismo responsável pela melhora do controle postural com a aplicação das bandagens rígidas está relacionado à estimulação de exterorreceptores cutâneos do pé e do tornozelo, assim como a uma maior pré-ativação do músculo fibular antes do estresse em inversão, o que superaria o atraso eletromecânico de resposta muscular, resultado em uma resposta mais rápida e eficiente de proteção articular.

A Bandagem VitalTape Rígida tem sido utilizada como forma de prevenção de lesões e durante a reabilitação de lesões de tornozelo. Esse tipo de bandagem se mostrou efetivo na restrição da inversão do tornozelo. Os mecanismos responsáveis parecem não estar relacionados apenas à restrição mecânica de movimento em si, mas também à desaceleração do movimento de inversão, à impulsos aferentes ao sistema nervoso central, e ainda ao efeito placebo.

Nesse estudo, 51 atletas de alta performance foram testados em relação à estabilidade funcional em ambos os tornozelos. A atividade do músculo fibular longo foi testada através de eletromiografia de superfície durante uma inversão súbita de tornozelo. Cada participante foi testado em três condições: sem nenhuma bandagem, com bandagem elástica, e com bandagem rígida.

A partir dessa avaliação, percebeu-se que a ativação muscular do fibular longo foi significativamente maior nos atletas em uso da Bandagem Rígida, do que aquela encontrada nos outros dois grupos.

O estudo pôde concluir, portanto, que a Bandagem VitalTape Rígida pode aumentar o suporte dinâmico muscular do tornozelo, principalmente pelo seu papel na ativação do músculo fibular longo.

No que diz respeito á estabilização articular, a Bandagem VitalTape Rígida é, até então, o recurso de escolha para os fisioterapeutas que lidam com lesões esportivas, tanto para prevenção quando para reabilitação e retorno da funcionalidade articular, principalmente em se tratando de lesões no tornozelo.

A melhor forma de se manter a par das mais recentes recomendações é lendo e se informando, através de fontes seguras, para que possa utilizar as ferramentas à sua disposição com segurança e tranqüilidade.

 

Comprar VitalTape Rigid Branca

Comprar VitalTape Rigid Bege

 

Texto J Orthop Sports Phys Ther 2011;41(5):328-335, Epub 5 January 2011. doi:10.2519/jospt.2011.3501

No Comments

Post A Comment

WhatsApp chat